RH

Desafios do RH no pós-pandemia e como superá-los

Portal Carreira
Escrito por Portal Carreira em 17 de setembro de 2020
Junte-se a mais de 80 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A pandemia do Coronavírus mudou muito do mundo como conhecíamos e isso inclui também as formas e os ambientes de trabalho. A crise exigiu que o mercado se reinventasse e, com isso, os RHs precisam enfrentar alguns desafios. Vamos falar sobre isso e como se adaptar a esse novo cenário.

Os desafios do RH: home office veio pra ficar

Logo que a pandemia surgiu e o isolamento social se mostrou o modo mais eficiente de combatê-la, empresas de todo o mundo se viram diante da necessidade de impor a política de trabalho remoto. E esse foi o primeiro obstáculo enfrentado pelo mercado. Afinal, para muitos, foi uma mudança inesperada que exigiu organização e estratégia.

O protagonismo do RH neste contexto se mostra no momento em que a empresa precisa organizar o modo mais eficiente e que afete o mínimo possível do bem-estar de seus funcionários. Uma pesquisa realizada em conjunto entre a MIT Sloan Management Review, Culture X e Josh Bersin Academy, mostrou que 41% dos profissionais de RH tem como prioridade durante a crise, justamente, a saúde física e mental dos colaboradores. Já 39% se preocupam com a gestão do trabalho remoto. 

E o home office se mostra como uma alternativa que, de emergencial, vai passar a fazer cada vez mais parte da rotina das empresas. Especialistas apontam que no pós-pandêmico os modelos de trabalho serão mais flexíveis, com regimes mistos, onde intercalam dias de trabalho no escritório e dias em casa.

Ferramentas digitais para controle de jornada

Este novo cenário exige uma atualização do RH em relação às ferramentas de trabalho usadas na rotina dos funcionários e colaboradores. Um exemplo disso é que, de acordo com o Decode e Google Trends Brasil, a demanda por plataformas web meeting teve um aumento de 519%, durante a pandemia. 

Essa transformação digital engloba ainda outros fatores das empresas, como folhas de pagamento, relatórios, gerenciamento de tempo, entre outros. E, cabe ao RH se atualizar sobre as melhores ferramentas para o modelo de trabalho da companhia. 

Proximidade com os funcionários

Outro desafio do RH é encontrar um meio de se manter próximo dos funcionários, mesmo diante da distância física. Paulo Oliveira, coordenador de marketing da Empresa especialista em RH Apdata, em entrevista ao site RH pra Você, diz que é importante que as lideranças da empresa consigam manter os laços entre todos os integrantes das equipes, além do trabalho, humanizando as relações. 

Conversas frequentes sobre assuntos que não fazem parte do universo da empresa, mesmo em reuniões virtuais, assim como festividades e encontros, podem ajudar a manter esse espírito de equipe unida.

Métricas de produtividade

Outra tendência é que as métricas sofram alterações. Para Paulo Oliveira, o sistema OKR (Objectives and Key Results), por exemplo, aparece como uma boa opção, uma vez que ajuda a alinhar a perspectiva, prioridades e criatividade de cada time, garantindo que todos andem na mesma direção.

O desafio em relação a essas métricas é achar o equilíbrio entre a produtividade mensurada por atividades particulares com a mensuração coletiva. Para facilitar essa gestão, mais uma vez, é preciso lançar mão de plataformas digitais. 

Nesse contexto, entram em cena os dashboards, que são painéis que oferecem, em tempo real, atualizações sobre os avanços das tarefas.

Em resumo: o pós-pandemia exigirá ainda mais dos RHs uma relação próxima com as equipes e a utilização de ferramentas digitais para fazer as gestões, especialmente diante da perspectiva do modelo de trabalho remoto permanecer como parte da rotina de trabalho. 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *